Ratazanas



Ratazanas

As infestações de Ratazanas (Rattus Norvegicus) podem ser acidentais através do seu transporte em veículos de transporte de lixo doméstico frequentemente infestados ou através da deslocação de uma colónia (ratazanas desalojadas por acção de cheias ou obras, procuram novo local para nidificação). Também podem ser de origem voluntária por acção de problemas de excesso populacional, de esgotamento da fonte de alimantação ou de água.
A penetração nas instalações pode ser através de variadíssimos meios (tubagens, aberturas de passagem de cabos, grelhas de ar defeituosas, condutas de ar condicionado, rede de esgotos, etc...).
Independentemente da origem da infestação, esta apenas verifica-se e agrava-se se existirem condições favoráveis (território, alimento e água). Os cheiros espalhados em determinado local e na atmosfera constituem incentivo mais forte para atrair roedores (cheiro da água e alimentos).
A capacidade de reprodução é impressionante, podendo esta variar conforme a espécie. A Ratazana tem 4 a 7 ninhadas por ano com cerca de 8 a 12 crias cada ninhada.

Principais características:


CORPO  
Peso 200 a 300 g
Cabeça Corpo  19 a 25 cm
Comprimento da cauda  15 a 22 cm
Focinho  Espesso
Orelhas  Pequenas (não chegam ao olho)
Olhos  Pequenos
Cauda  Escura em cima, clara por baixo
Pêlo  Hirsuto, castanho claro a escuro, mais claro sob o ventre
Fezes  Cilíndricas


SENTIDOS 

Visão  Fraca, não distingue as cores
Gosto  Excelente
Olfacto  Excelente
Tacto  Excelente
Audição  Excelente


ALIMENTAÇÃO 

Comida  Omnívora, bastante carnívora
Quantidade  25 a 30 g / dia
Água  Necessária


APTIDÕES  

Trepar  Trepadora medíocre
Nadar  Excelente nadadora


HABITAT 

Ninho  Tocas, meios húmidos e sombrios
Território  15 a 30 m, desloca-se muito 
Tempo de vida  9 a 12 meses 
Maturidade sexual  2 a 3 meses
Tempo de gestação  3 semanas (4 se a fêmea for aleitante)
Número de crias  5 a 12 
Tamanho de ninhada / Ano


Perigos

As Ratazanas (Rattus Norvegicus), cavam galerias, buracos, furam estruturas (terra ou madeira), muros, divisórias, paredes, roem cabos eléctricos, cabos de computadores e de telefones, com várias consequências e avultados prejuízos:
- Avarias de equipamentos;
- Enfraquecimento de estruturas;
- Degradação de construções (isolamentos térmicos, revestimentos de paredes...).

Além disso, causam danos para a saúde humana e animal. Transmitem germes, bactérias e vírus. A urina transmite a leptospirose (causado pela bactéria leptospira) caracterizada por febre, hemorragias, e compromisso hepático, eventualmente a icterícia e a morte do indivíduo. As fezes transmitem salmonelose (doença do tipo de gastroenterite igualmente transmitida pela barata).
As infecções provocadas pela mordedura desencadeiam outras doenças, tais como, a pasteureliose, a espiriliose e também a tularemia.

Clique aqui para solicitar um orçamento grátis.